quinta-feira, 8 de novembro de 2007

makeover


Um dia uma amiga disse-me que aquilo que podemos mudar em nós é apenas o cabelo. O resto temos que aceitar, gostando ou não.


Sabemos hoje que não é tanto assim, que se pode mudar a cor dos olhos, o formato do nariz, do queixo ou de qualquer outra parte do corpo, tentando melhorar aquilo que nos parece feio.


Eu continuo a concordar com a minha amiga e acho que as melhores mudanças são as do cabelo e sempre abusei do argumento.


Casei com um cabelo imenso, sem precisar de postiços para o penteado, mas antes de viajar em lua de mel, cortei-o ao nível do pescoço, para arejar no calor do Brasil.


Depois de os meninos nascerem, fui perdendo a farta "juba" que tinha (já herdada pela L.) e cheguei a fazer um levantamento de raiz (o nome horroroso que dão quando nos põem o cabelo com aspecto electrificado). Arrependi-me amargamente e lamentei não me ter dado uma dor de barriga valente antes de entrar no cabeleireiro.


De há uns anos para cá, centímetro acima, centímetro abaixo, não tenho alterado o meu penteado, sem que me tivesse apercebido realmente dessa apatia visual.


Fui assim apanhada de surpresa, pela minha cabeleireira de sempre, quando, depois de dar um ajuste ao corte do J. (que já está na fase de querer o cabelo comprido, para "impressionar as miúdas"), me disse:


- Senta-te aí e vamos dar um jeito a essa cabeça. Já estou farta de te ver sempre igual!

Eram 19.30h, tinha dois filhos comigo, o jantar por fazer e uma festa de aniversário a seguir, mas sentei-me. Confiei nas mãos dela, que faz milagres com a tesoura e num salão vazio, que não permitia desculpas para escapar.


Fiz bem, o resultado renovou-me por fora e por dentro.


Como é que um corte de cabelo pode ter este efeito?!!

9 comentários:

celia disse...

Acho tão bom de vez em quando dar-mos uma refrescadela!
A julgar pela foto que se vê mal, ficou mt bem sim senhor. Já agora, quem é a milagrosa que tem o poder de nos modificar o visual deixando-nos ainda por cima contentes?

isabel disse...

@celia
a foto vê-se mal porque eu quis...:), não é só aselhice da fotógrafa...
A cabeleireira está perto da tua casa: Celeste Marques, Rua do Padrão, em Pedroso (Carvalhos). Para quem não é de cá, em Vila Nova de Gaia. É muito talentosa e tem sido reconhecido o seu talento no mundo da moda até na Europa.
O que é nacional é bom!!!
(já linquei uma imagem)

ritacor disse...

Sim senhor, Parabéns!
Realmente um bom corte de cabelos faz-nos maravilhas... apesar de que eu sou daquelas que cultiva juba farta à custa de traumas de infância nos cabeleireiros ;))

Lou* disse...

Pareces rejuvenescida.
De uns tempos para cá parece-me que é o que tem acontecido. Agora também se nota por fora ;)
Fica-te muito bem.

Mónica disse...

uau!muito gira!
é verdade, como um bom corte de cabelo pode fazer maravilhas!
bj

silvia disse...

0 cabelo consegue mesmo fazer-nos sentir como novas! lembro-me quando mudei o meu corte de cabelo para o que agora sou fiel...foi muito bom!

alice disse...

está-te muito bem :)!

Hoje foi a minha vez, não sei se foi bem um makeover, mas mais um retorno ao corte que tinha há algum tempo e quis deixar de ter porque passou a estar demasiado na moda.
Teimosia tola. É o meu corte e pronto - ainda não estava pronta para mudar. Quando o cabelo me cresce mais de dois dedos na nuca incomoda-me que nem imaginam...

Carla Morais disse...

Os cortes de cabelo têm um poder absurdo, para o bem e para o mal! Passei este verão todo de cabelo apanhado com um monte de ganchos porque o "artista" do cabeleireiro decidiu exprimir-se usando o meu inocente cabelo como meio! Escusado será dizer que nunca mais lá ponho os pés... :-/
Já tu parece que ficaste bem gira!

ana margarida disse...

É verdade sim senhora que um novo corte de cabelo faz milagres.
Eu vou mto poucas vezes (umas duas por ano) para apreciar o momento e não sair de lá a pensar que não devia.