domingo, 25 de maio de 2008

Relíquias




Não sou muito dada a antiguidades, mas vivo no meio delas sem me dar conta disso.

Em pequena servi muitos carrinhos de linhas às freguesas sem prestar atenção à beleza das gavetas que as guardavam. Passados uns anos e com a mercearia do meu avô já fechada, fui encontrar este mesmo armário, cheia de linhas e cores.


Pedi a um amigo que o limpasse e lhe desse o traço original, o que ele fez e muito bem.

No meio da conversa, apercebeu-se que eu me encanto com estas coisas dos fios e dos bordados e ofereceu-me as relíquias que não lhe interessam dos recheios (de casas) que encontra.


Cada tolo com a sua mania e esta é a minha!









6 comentários:

maman xuxudidi disse...

Bem posso dizer que foi um verdadeiro achado e um verdadeiro amigo... uma boa semana:)

Concha disse...

o armário das linhas é fabuloso!! e que sorte poder ficar com os "restos" dos outros!

maria da graça disse...

Olá Isabel
A caixa das linha relembrou-me a mercearia do Sr. Queirós, em Ermesinde. Só que a sua tem uma flor de Lis, simbolo do escutismo.
Todas estas reliquias são tesouros, porque de certeza têm uma história.
Bjs
Maria da Graça

Elsa Castelo disse...

Que bela caixa de linhas ...

ritacor disse...

Uma bela colecção de tesouros!

Acabei de ver que te juntaste ao "Medallion Quilt-Along"!!
que bom :D

Tereclopes disse...

Que linda mania...