sábado, 19 de julho de 2008

workistó

nas palavras do G.... mas há quem lhe chame Workshop, que é mais chique. Eu, com a idade deles, ia mesmo para a Mestra!!!


Estes foram para crianças, com o intuito de criar uma oportunidade para brincar aos fios, às agulhas, aos trapos e às cores.


Com idades abaixo dos 10 anos, fizeram coisas de adultos e o fascínio era sempre para as técnicas mais ousadas.


No primeiro dia trabalharam os fios, de lã ou de algodão, e fizeram pompons para enfeitar colares, para oferecer à mãe, à tia, à avó...



A L. fez este, que lhe fica muito bem!








No final de cada sessão, cada um trazia para casa o material que usou, e foi um tal andar de produção de pompons, que conseguiu cativar a ala masculina da casa...







Na escola, os amigos da L. fartaram-se de enrolar fio e fizeram pompons para vender numa loja improvisada.



No mesmo dia, as mais velhinhas experimentaram o tricot com as agulhas luminosas e concluíram que o ponto só lhes saía bem quando as luzes estavam ligadas. Já ninguém fez um vestido para a boneca, mas uma bolsa para o telemóvel...sinais dos tempos!!!







Depois seguiram-se os bordados, em postais muito coloridos, que eram picotados previamente para depois serem bordados ao gosto de cada menina.





Esta rã bailarina ficou bem bonita e o ponto atrás aprendido na perfeição!










Ontem foi a vez do crochet e do patchwok, o mais ansiado por uma das meninas que finalmente ia aprender a coser numa máquina igual à da avó.



Destinada a guardar os trabalhinhos dos bordados, ficou linda a bolsa da Maria Luís. Tem um bolso no interior e uma alça ajustável. Um mimo! A avó agora que se prepare, pois tão cedo ela não dará sossego à máquina de costura.






Há quem diga que a ração não é para quem se talha, mas para quem a come!



Por isso, a nossa aluna mais velha de ontem, era um bocadinho mais velha do que todas as outras meninas, mas estava ainda em idade para aprender a coser à máquina e não deu o tempo por perdido.





Até ela ficou espantada com a elegância do seu trabalho! E não é para menos...


O gosto por estas coisas já se sabe que é mais coisa de fêmeas, mas os machos apareceram por lá e deram um uso diferente aos materiais, como este monstro dos dedais!!!








Hoje ainda haverá feltragem com água, para os mais pequeninos de todos, que se vão consolar a chapinar as mãos para criar bolas e formas divertidas com a lã.

Diverti-me muito e penso que eles também, a avaliar pela quantidade de vezes que chamaram Isabel, Isabeel, ISABEELLL quando caia uma malha ou precisavam de enfiar a linha na agulha, sem querer perder nem um minuto.

5 comentários:

Tereclopes disse...

Que lindo Isabel parabéns.Dá gosto ver iniciativas dessas.
Beijinhos

Belém disse...

Muito se trabalhou por aí! assim é que se começa :)

Meninheira disse...

Estao feitos uns artistas!!
Parabéns :)

Marta Mourão disse...

Que família tão dinâmica!!

Eva Lima disse...

Que boas ideias para fazer com a pequenada.