sábado, 22 de março de 2008

Vida doméstica



Sou pouco dada a limpezas domésticas, do género aspirar, limpar o pó, lavar os vidros...até me dá arrepios...

Assim que casei, não passaram mais do que 3 semanas os sábados de limpezas e temos tido a ajuda da Tia Ana na desinfestação aqui do burgo. Com a asma da L. e a alergia aos ácaros a limpeza foi reforçada e sempre pelas mesmas mãos, que não as minhas.

Mas em relação à roupa tenho que admitir que sou um pouco esquizofrénica (para não dizer paranóica...)

Não consigo que outra pessoa passe a ferro a nossa roupa, porque não dobra como eu, porque não acomoda no(s) tabuleiro(s) como eu, porque não a separa como eu, porque não verifica todos os rasgos e descosidos...

O que não quer dizer que eu faça bem, apenas é este o meu jeito, quer dizer, o meu e o da minha mãe, que é a única pessoa que me ajuda na tarefa (Será porque foi ela que me ensinou?!!!)

Uma semana de férias da minha mãe, resultou neste monte de roupa interior para dobrar, a parecer um aterro sanitário, para não mostrar os "triplos" cestos de roupa para passar.

Desta vez pedi o apoio dos meninos para me ajudarem a virar as meias do avesso e procurar o respectivo par, o que, com dez pés em casa, já é um bom adianto. Ainda apelei à diversão da coisa, como se fosse um jogo de associação, mas eles não acharam graça nenhuma e viraram as meias sob protesto.

Mas como era inegável que as meias em cima da mesa não eram só minhas, foram vencidos pelos factos e acabaram o trabalho como o combinado e eu consegui dar um bocadinho de uso ao sofá.

Qualquer dia já os deixo estender a roupa...;)

4 comentários:

mãe disse...

:))
Coincidência, ou talvez seja o destino das familias com muitos pés, este fim de semana o pai pôs as miudas, porque o miudo não estava, a jogar um jogo super divertido, com muitas peças diferentes e coloridas para emparelhar... ;)
ainda conseguiram encher um tabuleiro, mas ainda há outro de peças desirmanadas---

Marta Mourão disse...

Xi! Que pesadelo! Eu sou ao contrário: maníaca das limpezas mas avessa à roupa para tratar :)

DONNA LÚ disse...

Bem, devo confessar que a única coisa que odeio fazer é passar roupa, o que não significa gostar do resto... faz-se, que remédio! Mas olha que faz bem eles aprenderem desde cedo, mesmo que não se tornem grandes apreciadores das tarefas do lar (como eu... rs )
Bjs

Belém disse...

Estas coisas acontecem quando se mutiplica tudo por cinco :)