terça-feira, 23 de outubro de 2007

Blog action day

...há uns "days" atrás.
Li o blog da Rosa, da Rita, da Alice, da outra Rita e hoje da Sílvia. Comentei e pensei ter dado o meu contributo num tema que também me preocupa. Mas não me senti com autoridade para falar no assunto, nem agora sinto que tenha, mas pesa-me a consciência de não ter contribuído para outras perspectivas, outras formas de poupança e mais opiniões.
O que eu faço é uma espécie híbrida (e neste texto esta palavra até fica bonita!!!) entre poupança energética, ambiental e económica.
Pr'ó ambiente e energia:
- separo o lixo até à exaustão;
- tomo sempre banho de chuveiro;
- dou banho aos meus filhos em banheira colectiva, nunca mais de meia ou uma chuveirada rápida a cada um dos três (fechando a água entre ensaboadelas e champô);
- ligo as luzes essenciais para o que faço (o R. diz que ligo demais e a minha mãe diz que de menos, por isso eu acho que estou equilibrada);
- utilizo um único saco para as compras no centro comercial ou em lojas diferentes (desde que caiba e se possa misturar)...e é ver as vendedoras a olharem-me de lado, como mais uma maluquinha que por lá passou;
- como fruta da época, colhida no quintal do meu pai e a que compro é quase só fruta nacional;
- ligo as máquinas de lavar à noite e com carga máxima;
- estendo a roupa ao ar, poupando até ao limite a máquina de secar;
- reutilizo frascos de vidro e caixas de cartão para as mais diversas utilidades;
- o papel é reutilizado por adultos e crianças para anotações e desenhos.
Pr'ó poupança:
- cozo pão em casa;
- faço todas as festas de aniversário em casa;
- sou eu que cozinho toda a comida e todas as sobremesas para essas festas (com uma boa ajuda);
- faço doces e agora marmelada com a fruta do quintal do meu pai;
- todas as semanas há "jantar de aquecidos" para todos;
- tomo pequeno almoço em casa, e os meninos também;
- preparamos todos lanche para comer durante o dia;
- trago sempre no carro bolachas, água e pacotes de sumos sem gás, para evitar as tentações;
- corto o cabelo da rapaziada;
- executo a maioria dos presentes que ofereço;
- confecciono algumas roupas para a L. e para as filhas de amigas minhas;
- as roupas dos mais velhos são vestidas aos mais novos e ainda aconchegam alguns amigos;
- compro a roupa em saldos, de uns anos para os outros;
- vou acumulando nas liquidações e feiras potenciais presentes de aniversário para os amigos dos meus filhos (normalmente livros);
- uso mais a internet que o telefone/telemóvel;
- tenho 4 empregos!
Estou-me a esforçar:
- para poupar mais água enquanto cozinho (esqueço-me sempre de deitar no jardim a água das lavagens);
- por não me esquecer do saco de pano para as compras;
- por encontrar um local que aceite as tampas das embalagens, em continuação de uma campanha que infelizmente esmoreceu;
- por reutilizar mais do que reciclar;
- por poupar na compra de livros (xiii está a ser difícil).
Não consigo:
- deixar de usar o carro;
- fazer compostagem;
- cumprir tudo o que acredito que devia fazer.

7 comentários:

graça disse...

Uff, Isabel

Fiquei estafada só de ler e imaginar como consegue fazer tudo isto. Diz o ditado e é bem verdade " as mulheres não se medem aos palmos " . GRANDE MULHER

Concha disse...

Olá Isabel! Revi-me em muitas das coisas que escreveste e sim, também continuo a juntar as tampinhas! :)

Mónica disse...

Cá em casa também nos preocupamos com o meio ambiente e fazemos tudo o que está ao nosso alcance para o preservar e à carteira tb.

Tb corto o cabelo aos homens da casa :-)ainda não me tinha lembrado de usar tb um só saco no centro comercial sp q possivel.

O que noto quando vou ao super/hipermercado é q os funcionários ainda não estão muito sensibilizados para a não utilização dos sacos plásticos e olham de esguelha quando digo que não os quero, imagino no centro comercial :-))))

E adoraria saber fazer roupas para as meninas.
Bj

Carla Morais disse...

Não se pode dizer que faças pouco!!!
Quando vou ao hiper mercado tenho sempre a mesma cassete: pode encher bem os sacos (para serem poucos). Mas depois se peço para me entregarem em casa ainda me põem esses dentro de outros!!! Enfim... muitas pessoas ainda não estão sensibilizadas.

Belém disse...

Que organização é preciso ter para tudo isso :). Fiquei sem fôlego só de ler. Algumas coisas já ponho em prática mas há dicas que são muito oportunas. Um post muito bom, Isabel.

Marta Mourão disse...

Oh Isabel, o simples facto de te preocupares e incluires tudo isto no teu dia a dia já é tudo :)
Tomara que todos fôssemos assim!

Bluejustin disse...

Excelente!Essa de um só saco para as compras deixou-me a magicar, antigamente usava-se cestas de palha, sacos de rede e até aqueles carrinhos com rodas.Vou pensar no assunto.

:)