terça-feira, 2 de fevereiro de 2010

palhaçadas


Andamos a preparar os dias do Carnaval, a escolher fantasias, a procurar acessórios, a imaginar brincadeiras e a planear partidas a quem se puser a jeito.

Da arca saem as roupas, reutilizadas e adaptadas à vontade do momento e ao espírito da personagem.

A Leonor escolheu, de entre as roupas que usou nos espectáculos do ballet, um fato de palhaço de calças largas e chapéu em bico.

Juntamos um nariz vermelho com buzina, uma peruca azul e um laço de esguicha ao pescoço. Na lista de pedidos ainda havia uma almofada de p... de gases, mas ficou fora das compras, que nós não queremos cá ninguém com flatulência.

Uma espingarda prendeu a atenção do Gonçalo e a única solução foi transformar um pirata em cowboy, que por ele vai vestido de qualquer maneira, desde que leve munições.

O João, que eu pensei que já estava noutra onda, escolheu um chapéu de Indiana Jones e uma pistola com coldre ao ombro e ao fim do dia já houve tiroteio de plástico entre os rapazes.

O palhaço dali de cima, foi feito pelo Gonçalo no ano passado e andava aqui em rascunho desde essa altura.


;))




1 comentário:

A mãe que capotou disse...

BOa lembrança, que por aqui ha muitas ideais mas pouca concretização, tenho que me pôr rapidamente a "trabalhar" senão la vai a miuda vestida com o vestido da Branca de Neve outra vez, desta vez quase versão mini saia ... lol