quinta-feira, 6 de maio de 2010

e de repente...


... passaram 3 anos desde que aqui cheguei.

Voltou a ser dia da mãe, e quase não dei pelo tempo a passar.

Com histórias que vão e vêm, imagens que retêm momentos, avanços, recuos, silêncios...
Escrevo cada vez menos, mas vivo cada vez mais. Tem sido muito bom para mim manter esta janela aberta, com uma vista de mim e dos que fazem a minha vida. Os muitos, que crescem sem autorização, são mais do que protagonistas e passaram a leitores e encontram-se comigo aqui, muitas vezes.
É mais o que recebo do que aquilo que dou. Envolvo-me em tudo, com pena de perder, de não viver tudo aquilo a que tenho direito. Tem valido a pena, hoje sou "maior", mais completa e já fiz coisas que nunca poderia imaginar.

O embrulho da imagem tem o meu nome e é mais um desafio que me encarreguei por causa deste projecto. Este chega de Portugal, da talentosa Beatriz, mas já chegaram outros de Inglaterra, Espanha, Alemanha e Holanda.

E aqui, quem chega?



3 comentários:

Carla Morais disse...

Parabéns, Isabel!
É com gosto que vejo os muitos (e a mãe) crescer!
Beijinhos!

rosário albuquerque disse...

chego eu! quase sempre em silêncio... agora aproveito e digo, quem faz a elefante Matilde faz tudo em tricot! os muitos são muita giros mas muito longe da mãe... que aflição.
A Beatriz é muito talentosa sim e olha, uma excelente pessoa também!
beijinhos :)

Batixa disse...

Parabéns!!!
Curioso que dia 6 de Maio também é o meu aniversário ;)
Espero que gostes dos tecidos e do desafio que te deixo.
Beijo

PS. Vocês também são muito talentosas ;)