domingo, 7 de setembro de 2008

Along




Nunca me envolvi muito nesta coisa dos "along", porque longa já sou eu que chegue a terminar os meus trabalhos.


Então um projecto que é suposto acompanhar mensalmente com uma data de termo pré definido, já me parecia impensável.


Mas com este o fascínio foi diferente. Apesar de reunir todas as características de uma actividade com objectivos temporalmente fixados, fiquei entusiasmada com o conceito da construção de um "quilt" andando em redor do centro, que retoma as antigas tradições do patchwork europeu. Além disso, a ideia da internacionalização do projecto, com mãos de todas as partes do mundo a dar o seu cunho pessoal num processo comum faz deste um desafio ainda mais aliciante. Tanto mais que estou com uma parceira de renome na "equipa da selecção nacional"



Aderi ao apelo da Anita na mesma hora e agora sou menina para o cumprir.

Apesar de me ocupar muitas (e escandalosas) horas a cortar e a coser, a maior dificuldade que tenho sentido é na escolha dos tecidos e na sucessão das cores. Uma das características do projecto é usar retalhos de tecido, mas até aí já não chego e com tantas cores bonitas nas prateleiras da loja, acabei por usar alguns tecidos novos.

Pois é! Para além de ser terrivelmente ansiosa sou uma eterna indecisa.


Assim, depois de um série de borders de atraso, aqui estão os primeiros dois já prontos, e o 3º está a caminho. Faltam-me outros dois e já apanho o "comboio".




Este trabalho tem sido muito enriquecedor na minha auto-aprendizagem das técnicas de patchwork e não fosse eu tão exigente comigo, teria poupado muitas costuras desmanchadas e refeitas até ao mais irritante pormenor. Desde as posições de corte, à construção dos blocos, até à inclinação das costuras, tudo tem permitido pensar com as mãos aquilo que leio nos livros.


O fim de semana foi assim (bem) passado à máquina, com dois borders de avanço e o top do Carousel Quilt no entretanto (també ele um medalhão).





Daqui a nada estou uma mulherzinha!


3 comentários:

Marta Mourão disse...

Isabel, tu és uma máquina! :D

Eva Lima disse...

Ficou tão, mas tão bonito

disse...

Ah! já estás mas é bem crescida:)
Adoro os laranjas aí ficam a matar!